21 de outubro de 2014

Hoje eu quero falar sobre um dos livros mais encantadores que eu já li e vi na vida… O Pó de Lua da autora Clarice Freire ♥

Pó de Lua é um daqueles livros que a gente simplesmente precisa ter na estante, na mesa da sala ou na cabeceira… para olhar todos os dias, sabe. Clarice faz o que ela chama de “poesia desenhada para diminuir a gravidade das coisas” e faz isso com uma delicadeza única. E o livro é exatamente isso. Delicado e único.

Sobre o livro:

“Em 2011, discretamente, a publicitária Clarice Freire criou no Facebook uma página para reunir seus escritos e desenhos. Batizou-a como Pó de Lua, sua receita infalível “para tirar a gravidade das coisas”. Desde então, ela vem conquistando uma legião de fãs fiéis e engajados, que se encantaram com a delicadeza de seus pensamentos, seu humor sutil e o traço despretensioso, que combina desenho e até fragmentos de palavras. Da internet para as páginas de um livro, foi mais um salto para a jovem autora recifense, de apenas 26 anos. Ela surpreende seus admiradores com uma proposta diferente. Pó de lua, o livro, tem o formato de um dos cadernos moleskine em que Clarice exercita sua criatividade. Inspirada pelas quatro fases da lua – minguante, nova, crescente e cheia – ela trata em frases concisas e certeiras de sentimentos como a saudade, o medo, a paixão e a alegria, sempre em sua caligrafia característica, ilustradas com muitos desenhos.”

Eu não conhecia o trabalho da Clarice Freire e conheci o livro por acaso em uma das minhas visitas quase diárias a livraria. Quando abri e vi a primeira página tive certeza de que se tratava de algo incrível e comprei. Terminei de ler em menos de 30 minutos. Simplesmente não tinha como parar. É aquele tipo de leitura que faz os olhos brilharem e o sorriso aparecer a cada página. Coisa linda de verdade.

Os versos parecem inocentes, mas são carregados de significado. E acho que não tem nada que eu possa falar sobre esse livro que vai dar a dimensão do quão incrivelmente cativante ele é. Só lendo e se apaixonando por ele também.

 

DSCN1858DSCN1860DSCN1864

Eu fico muito feliz em ver livros tão bacanas assim sendo escritos por autores brasileiros jovens e que estão fazendo um trabalho lindo e de tanta qualidade no cenário da literatura nacional. É realmente inspirador.

“Aprender a usar as palavras foi uma solução para acalmar as inquietações que borbulhavam por dentro desde muito cedo. Admirada com os desenhos da minha mãe e brincando de completar os versos do pai, gostava simplesmente de dizer. Com uma infância dividida entre as brincadeiras de quintal no interior e a vida agitada da cidade grande, me encanto fácil com as coisas mínimas e quase imperceptíveis, sem perder o gosto pela grandeza da vida.

Uma noite ouvi falar que a lua era bela porque mesmo sendo só areia deixava refletir a luz de outro e, por isso, nossas noites não são escuras. Daí veio a inspiração para o meu blog e página no facebook, o “Pó de Lua – Para diminuir a gravidade das coisas”. Um lugar para escrever desenhado. Com a ausência de peso, as palavras flutuam entre objetos que viram pessoas, pessoas que viram palavras e palavras que viram poesia cheia de delicadeza, mesmo nos lugares – e corações- mais pesados.”

Clarice Freire

Página do livro no site da Editora Intrínseca

Página do livro no facebook

Blog Pó de Lua

 •  Onde encontrar  •

Submarino, Saraiva, Fnac

Gostaram? Ficaram com vontade de ler e se encantar também?

Beijos ♥

Compartilhe:   Twitter    Facebook    Google + 0    2 comentários



Deixe sua opinião











terça-feira, 21 de outubro de 2014.

Amo esse instagram <3
Esse e "eu me chamo Antônio"

:)


segunda-feira, 27 de outubro de 2014.

Amo o “Eu me chamo Antônio” também <3