0     Textos
15 de agosto de 2015

Quem nunca ouviu essa pergunta na vida, né? Eu ouço em todas as datas comemorativas, em todas as reuniões de família. É só colocar meia dúzia de parentes no mesmo ambiente que algum deles, com certeza, vai vir com o tal “e os namoradinhos?”. A pergunta em si não me incomoda, mas as reações com a resposta me dão vontade de subir na mesa e começar um discurso daqueles bem no estilo textão de facebook para ver se as pessoas conseguem entender que estar solteira não faz de mim e nem de ninguém uma aberração da natureza. Porque juro, nunca vi uma coisa causar tanta estranheza do que alguém falar que não tem namorado e que ok, não está morrendo por isso.

E aí começam as perguntas e comentários:

• Uma menina tão bonita não tem namorado? Por que?

gift6

“Menina bonita”, porque né… basta ser bonita nessa vida, o resto é bobagem. E claro, a única coisa que uma menina “bonita” precisa é de um namorado.

• Mas já tá ficando velha, né? Vai ficar pra titia.

gift-3

Queridos, eu sou tia desde os meus 7 anos. Se tem uma coisa que eu sou nessa vida é “titia”… Aliás, são 4 sobrinhos já ;) Porque essa expressão “titia” só me faz pensar em uma mulher que tem sobrinhos mesmo, se você associa esse termo a uma mulher com uma certa idade e solteira talvez esteja na hora de começar a evoluir e rever seus conceitos, né?

• Vai virar a velha louca dos gatos.

gift7

“Velho” todo mundo vai ser um dia e meu amor pelos gatos independe da presença ou ausência de um namorado na minha vida. A louca dos gatos eu já sou. Então, realmente isso não é algo que me ofenda ou incomode. Ok? Ótimo.

• Mas você não se sente sozinha?

gif8

Se sentir sozinha é algo que nada tem a ver com estar ou não com outra pessoa. As vezes, estamos rodeados de gente e no fundo nos sentimos sozinhos. Muitas pessoas namoram e se sentem sozinhas em vários momentos. Na verdade, a solidão nunca foi um problema pra mim. Mas quem disse que só um namorado pode te fazer companhia? Queria muito saber quem foi que inventou isso, porque né, essa pessoa não deve ter família, amigos…

• Mas você já passou dos 20. Se não arrumar um namorado agora não casa antes dos 30.

gift-blair-2

MINHA NOSSA SENHORA DA PACIÊNCIA QUE EU NUNCA TIVE! Da onde as pessoas tiraram essa ideia de que todo mundo tem que casar antes dos 30?! Aliás, eu nem sei se eu quero casar. Mas, se um dia eu tiver com 50 anos e resolver casar vou comprar meu Valentino (ryca) e casar linda e maravilhosa. Qual o problema nisso? Os tempos mudaram, queridos… condenar uma pessoa a um padrão social é coisa de gente infeliz que não pôde escolher seu próprio caminho e quer que todo mundo viva da mesma forma que ela. Sou eu quem decido com quantos anos vou casar ou SE vou casar um dia. Nada na vida deve ser visto como uma obrigação, principalmente casamento. SE você decidir casar, case quando quiser, do jeito que quiser, vestida com a roupa que quiser e seja feliz.

eosnamoradinhos3

Eu não tenho nada contra namoro (juro! rs), o que eu não entendo é essa mania das pessoas acharem que você precisa de alguém o tempo todo. É como se sozinha você não existisse, faltasse alguma coisa. Parece que a pessoa precisa sempre estar com alguém para ser feliz. Mas a grande questão é: se você não consegue ser feliz sozinho, como você espera conseguir ser feliz com alguém? Esse negócio de metade é uma grande bobagem. Ninguém é metade de ninguém. Enquanto não nos tornarmos pessoas inteiras, a busca por alguém vai ser sempre inútil.

Ficar sozinho, seja por qual motivo for, é um exercício de auto conhecimento incrível. É você dedicar todo o seu tempo a você mesmo, se conhecer, se entender, se curtir, aprender, viver a sua própria vida de forma plena, sabe. Não que você não consiga fazer isso quando está namorando, mas a solteirice muitas vezes pode te trazer uma paz que, talvez, nenhum relacionamento tenha conseguido te proporcionar até então. E para se relacionar com qualquer pessoa, antes de mais nada você precisa aprender a se relacionar com você mesmo. Me desculpe o turbilhão de clichês, mas é a mais pura verdade.

Claro que, em alguns momentos, eu sinto falta de estar com alguém, sinto mesmo… mas me descabelar por isso? Viver me lamentando? De jeito nenhum. Uma hora vai aparecer alguém que valha a pena, que venha para somar, que tenha aprendido a se amar antes de querer amar outra pessoa, que antes de desejar estar com alguém, aprendeu a viver bem sozinho.

Para muitos, estar (e permanecer) solteiro é uma opção, outros estão solteiros, mas gostariam de estar com alguém, outros estão porque precisam de um tempo sozinhos depois de um longo namoro, outros porque simplesmente se sentem felizes assim. E ninguém tem o direito de julgar o estilo de vida e as opções da outra pessoa. Entendam, assim como não somos metades de outras pessoas, também não somos iguais a todo mundo. O que te faz feliz pode não me fazer feliz e vida que segue, é assim que funciona.

Nunca vi um assunto incomodar tanto quanto a solteirice alheia. De encalhada a mal amada, é disso que chamam as mulheres solteiras. Já os homens são apenas solteiros felizes e bem resolvidos. Então, deixa eu te contar uma coisa… mulheres também são solteiras felizes e bem resolvidas, assim como tem muito homem solteiro por aí com vontade de estar com alguém. Vamos deixar o sexismo ultrapassado de lado e respeitar as opções de cada um? Tenho certeza que todo mundo vai ser bem mais feliz assim.

Relacionamento não é obrigação e se as pessoas entendessem isso talvez não tivéssemos tantos relacionamentos infelizes por aí. Sabe aquela história de que gente feliz não enche o saco? Pois é, se as pessoas estão tão incomodadas assim talvez não seja o meu status de relacionamento o problema.

Sejam felizes. Solteiros, namorando, casados ou simplesmente “com alguém”, não precisa rotular se não quiser. Mas sejam felizes da maneira que escolherem e respeitem a escolha dos outros também. É bem simples.

 ♥

Compartilhe:   Twitter    Facebook    Google + 0    31 comentários



Deixe sua opinião











sábado, 15 de agosto de 2015.

Jéssica, adorei o seu post. Você escreve super bem. E eu concordo completamente com tudo o que você disse, o mais importante é ser feliz, seja como for.


sábado, 15 de agosto de 2015.

Obrigada, Nayara <3


sábado, 15 de agosto de 2015.

CLAP, CLAP, CLAP, CLAP, CLAP, CLAP palmas infinitas para você, eu estou chegando quase nos 30 e sou solteira, e tem horas que esses comentários me irritam. Eles não entendem que nós somos felizes sozinhas, e que infelizmente hoje em dia está bem complicado encontrar uma pessoa bacana que valha a pena se entregar.
Excelente post, amei! Parabéns

Beijos


sábado, 6 de fevereiro de 2016.

Olá, Bárbara =)
É isso… as pessoas precisam entender que o “antes só do que mal acompanhado” não é apenas um ditado popular, é uma realidade. Vejo muita gente entrando em relacionamentos péssimos por puro medo da solidão ou pra dar uma resposta pras cobranças da sociedade. Sozinha ou acompanhada, o importante é estar bem ^^

Obrigada pela visita

Beijos ♥


sábado, 15 de agosto de 2015.

nossa adorei jessica,quem nunca ouviu isso da familia e isso é mais opiniao de mulher para as meninas ou futuras mulheres,homens magina.Tem que se enquadrar na sociedade ser isso ou ter aquilo o importante é ser feliz kkkk adorei :)


domingo, 16 de agosto de 2015.

Mayra, seja bem vinda aqui =)
Sim, a cobrança começa dentro da família e sempre em cima das meninas… que isso mude e logo, né?

Obrigada por comentar e fico feliz que tenha gostado
Beijos ♥


sábado, 15 de agosto de 2015.

Ser feliz sempre será mais importante do que estar ou ão com alguém. Primeira lição da vida: a gente precisa ser nossa melhor companhia. Depois vem a hora certa pra dividir o café. Post com super maturidade! Bom finds Jéss ♥


domingo, 16 de agosto de 2015.

Olá, Renata! É exatamente isso <3
Fico muito feliz que tenha gostado. Muito obrigada <3

Beijos ♥


domingo, 16 de agosto de 2015.

Jé, eu já ouvi tanto essas perguntas, e eu detestava !
Hoje ouço muitas perguntas, mais pelo motivo contrário, e pelo fato de eu namorar a distância.
“Você confia nele? “ , “E se ele for um maniaco? “ , “Você acha mesmo que ele é fiel a você? “ , “Como você consegue namorar assim? “ , entre muitas outras perguntas que eu prefiro ignorar, rs.
Mais enfim, eu amei o post, parabéns pelo blog <3

http://www.indomavelbatom.com


segunda-feira, 17 de agosto de 2015.

Não adianta, Natália… as pessoas sempre vão arrumar um jeito de dar palpite nas escolhas alheias. É impressionante rs
Muito obrigada… fico feliz que tenha gostado <3

Beijos ♥


segunda-feira, 17 de agosto de 2015.

Sei bem como é lidar com isso. É engraçado que, às vezes, me falam “ah, se vc tivesse uma namorado ele faria isso pra vc”, ” te pegaria no trabalho”, “te deixava em tal lugar”. Daí penso, essa pessoa quer que eu contrate um motorista/ajudante, só pode. Tenho que escutar cada coisa. Mas é isso, tudo acontece no seu tempo.
Bjos!


terça-feira, 25 de agosto de 2015.

hahahah exatamente! Tbm escuto muito essas coisas. Queria saber que namoro é esse onde a pessoa é seu motorista, ajudante, segurança particular… As pessoas esquecem o real sentido do relacionamento e que somos pessoas independentes, né?

Obrigada por comentar!

Beijos ♥


quinta-feira, 20 de agosto de 2015.

‘digitando com os pés porque as mãos estão aplaudindo!’ kkk
concordo com cada palavra, ponto e virgula do que escreveu, as pessoas se preocupam muito mais em cuidar da vida alheia e rotular, do que cuidar da própria vida e ser feliz
beijos de quem é solteira e se entende muito bem sozinha, afinal, se não consigo conviver comigo mesmo, como vou querer conviver com o outro?

parabéns, o texto realmente foi ótimo!


terça-feira, 25 de agosto de 2015.

hahahah Isso mesmo, Karine!
Fico feliz que tenha se identificado com o texto <3

Beijos ♥


quinta-feira, 20 de agosto de 2015.

Pior que isso, são comentários de parentes distantes que vc mal lembra o nome e que insiste em ficar perguntando do seu ex -_- só pra gerar um certo desconforto… As pessoas não respeitam. Muito bom o seu post!

Hello Folks Blog :3


terça-feira, 25 de agosto de 2015.

Tati, tbm passo por isso =X rs
Fico feliz que tenha gostado do texto! Obrigada <3

Beijos ♥


sexta-feira, 21 de agosto de 2015.

Eu sou bem de boa em relação a isso, sabia? Eu até participo de um propósito que é o “Eu Escolhi Esperar”, mas antes de participar desse propósito, eu já era assim. Tipo, eu não mudei pra participar dele ou me encaixar, eu já era assim e só me encontrei nele. O povo tem que parar de achar que tudo nessa vida é homem aff


terça-feira, 25 de agosto de 2015.

O importante é a gente ser feliz da forma como escolher =) Eu tbm não ligo pra essas coisas que as pessoas falam, o texto foi só uma resposta geral pra esses comentários dessa gente chata rs

Obrigada por comentar!

Beijos ♥


quinta-feira, 27 de agosto de 2015.

Nossa adorei o seu post, e ri muito na parte sobre o titia haha, queridos já sou titia desde os meus 7 anos hahahaha. O povo é muito sem noção, quer mandar na vida alheia afff. No momento eu sou casada e não tenho filhos, e tem gente que vive a vida só pra me perguntar quando eu vou ter filhos afff. Irrita demais haha, adorei o post..beijos :)


quinta-feira, 27 de agosto de 2015.

Esse é outro assunto que quero falar, Soraia… essa cobrança por filhos que muitos casais sofrem e muitas mulheres solteiras também!
Que bom que gostou do texto! Fico muito feliz <3

Beijos e obrigada pela visita =)


domingo, 30 de agosto de 2015.

Oi Jessica, tudo bem??? Acabei de responder a uma TAG no meu blog, e te indiquei pra respondê-la também. Vem conferir!! Espero que goste <3
http://cinthiacalado.blogspot.com.br/2015/08/tag-complete-frase.html


terça-feira, 1 de setembro de 2015.

Caramba, você falou tudo! Agora dificilmente algum parente meu perguntam sobre “os namoradinhos”, pois se eles começam a falar algo eu ignoro. Pra você ter noção teve/tem parentes meus que pensam que sou lésbica só porque nunca namorei, tipo, oi? Tudo bem que tenho 20 anos, mas foda-se, o pior é que as tias que fazem essas perguntas são aquelas que não conseguiram segurar a periquita da filha e engravidaram com 14 anos, nada contra, mas meu amor, cada um tem a sua prioridade, a da sua filha era dar sem camisinha, a minha no momento é ser rica. aushuahsuahs Mas enfim, amei o texto e desculpa pelo meu desabafo. auhsuahsuhas

Prazer, Jéssica


quarta-feira, 16 de setembro de 2015.

hahahahah adorei seu desabafo, Jéssica! rs E acredite, tbm tenho parentes que pensam que sou lésbica… nem ligo mais. Até faço questão de falar certas coisas pra deixa-los mais na dúvida ainda rs


quinta-feira, 3 de setembro de 2015.

Adorei hahahaha Muito bom! Já quis mto um namorado, e hoje vejo q é tudo bobagem. Aparece quando tiver que aparecer, assim que deve ser! Seja muito feliz, sozinha ou acompanhada! Adoreei seu blog!

Beijão!


quarta-feira, 16 de setembro de 2015.

Isso mesmo, Alice! Na hora certa aparece… e se não aparecer tá tudo certo tbm! O importante é ser feliz da forma que der =)

Muito obrigada! Fico muito feliz que tenha gostado do blog! Espero te ver sempre por aqui <3


segunda-feira, 14 de setembro de 2015.

NOSSSSSAAAAAAA, falou tudo!
O que eu mais detesto é gente querendo se meter na minha vida e ditar o que eu devo ou não fazer e a situação que eu estou (como se fosse o fim do mundo, DEUS!). ADOREI SEU BLOG ♥


quarta-feira, 16 de setembro de 2015.

Que bom que gostou, Jaque!! Fico muito feliz quando as pessoas se identificam com o que escrevo <3


segunda-feira, 14 de setembro de 2015.

Caraca disse Tudo!! Obrigada por fazer esse post,estou me sentindo até melhor haha Valew de verdade.
Beijos


quarta-feira, 16 de setembro de 2015.

hahah MUITO FELIZ em saber que esse texto te ajudou de alguma forma, Melissa! Relaxa, deixa o povo falar… o importante é estar feliz, não importa se sozinha ou com alguém =)


terça-feira, 22 de setembro de 2015.

Sempre levo essa pergunta numa boa. Tem que ter alguém pra fazer o papel clichê do que pergunta isso. Não acho inteligente também. Ninguém precisa estar namorando ou casado pra estar bem. E eu era bem revoltadinha quando adolescente, porque achava idiota demais falar de casamento já que eu via uma galera à minha volta que não era feliz. As pessoas enterraram seus sonhos porque “casar era mais importante” e é como se tentassem empurrar esse fardo adiante. Não preciso disso. Quero casar por escolha, não por obrigação. Pra somar, não pra substituir uma parte da minha vida. Eu hein


segunda-feira, 26 de outubro de 2015.

Isso mesmo! Fico muito feliz em ler comentários assim… me sinto menos sozinha nesse mundo de gente chata rs <3

Volte sempre, Elisa!
Obrigada pela visita!

Beijos!