0     Cinema, Filmes
13 de fevereiro de 2015

Finalmente foi lançado o filme Cinquenta Tons de Cinza depois de muita espera, muitas cenas vazadas, muita ansiedade de quem leu os livros, muito mimimi de quem adora falar mal da história, muita crítica de quem é completamente contra as “preferências sexuais” de Christian Grey. Mas, o fato é que o filme chegou aos cinemas ontem (12), com salas completamente lotadas. Eu assisti e vou contar pra vocês o que eu achei.

poster-830x1024

Sobre a escolha dos atores

Eu fui uma das que mais deu chilique quando foi divulgado quais seriam os atores. Quando eu li os livros, eu fiz uma imagem do Christian e essa imagem estava muito longe de ser o Jamie Dornan. Quando eu lia, eu pensava em algo mais no estilo Ian Somerhalder que, pra mim, é o ápice do que se pode chamar de homem bonito. Mas, o Jamie Dornan calou a minha boca. Ao longo do filme eu não conseguia visualizar outro ator no papel, nem mesmo o Ian. O mesmo aconteceu com a Dakota Johnson. Muito se falou em Emma Watson e sinceramente eu não conseguiria imaginar a Emma interpretando uma personagem chata e sem graça como a Anastasia. A escolha de atores não muito conhecidos foi muito acertada. A química entre os dois funcionou, o tom que ambos deram aos seus personagens foi na medida, foi como tinha que ser mesmo.

Então, eu devo um pedido de desculpas ao Jamie Dornan porque eu desdenhei dele esse tempo todo e agora estou apaixonada. #mejulguem rs

fifty-shades-of-grey-jamie-dornan2-1024x435cena3

Sobre o filme: cenário, figurino, cenas de sexo e trilha sonora

Eu achei o filme bastante fiel ao livro, mas com um tom mais bem humorado. Algumas situações, que no livro eu não interpretei com essa conotação de humor, no filme foram colocadas dessa forma. E eu achei ótimo, deixou o filme mais leve, arrancou várias risadas de quem estava assistindo. Mais um ponto positivo para o filme.

O famoso quarto vermelho foi muito bem reproduzido, o apartamento dele ficou exatamente como eu imaginava, frio, luxuoso, extremamente limpo (uma característica que o livro faz questão de destacar). O figurino também foi correto. Christian sempre com seus ternos impecáveis e a famosa calça jeans rasgada do quarto vermelho. Anastasia e suas roupas “gente como a gente”.

As cenas de sexo foram muito bem feitas. Foram todas na medida certa. Mostrou o que tinha que ser mostrado, a nudez foi colocada de uma maneira bem natural. As cenas alcançaram o nível de sensualidade que deveriam alcançar.  E isso, de certa maneira, me surpreendeu. Eu estava curiosa pra saber como eles iriam mostrar essas cenas sem que o filme ficasse “pesado” demais e eles conseguiram fazer de uma forma muito bacana.

Outro ponto que vale destacar é a trilha sonora do filme. Todas as músicas foram muito bem escolhidas e a combinação de cada música com as cenas foi perfeita. A cena em que toca Crazy in love (numa versão maravilhosa, aliás) foi impecável.

É importante falar que NÃO é um filme que busca indicações ao Oscar, é um filme de entretenimento, apenas isso. Eu não gosto de dividir nada dizendo “isso é coisa de mulher e isso é coisa de homem”, mas sim, o filme é voltado para o público feminino. Dificilmente o filme vai agradar a classe masculina e ele realmente não foi feito pra isso. Mas, alguns homens precisam parar de achar que mulher que gosta desse tipo de história é (desculpem o termo) “mal comida”. 2015, galera! Século XXI tá? Obrigada.

cena5-1024x434cena1

Sobre Christian Grey, a história e as críticas

Bom, a história é questionável e alvo de muitas críticas. O que me incomoda nisso tudo é a dificuldade de algumas pessoas de aceitarem os gostos e preferências do outro. É claro que a forma como o sexo é abordado na história não agrada todo mundo, mas é preciso que se entenda que sexo é gosto e o que dá prazer a uma pessoa, pode não dar prazer a outra e é assim que funciona. Muitas vezes falam em violência e eu sinceramente não consigo ver essa violência na história. Tudo é feito com o consentimento dela e com a possibilidade dela falar “não” a qualquer momento (e quando ela diz, ele respeita). Outras pessoas falam em abuso e esse é um ponto muito delicado. Mas é importante deixar claro que tudo o que acontece, acontece porque ela pede, ela em nenhum momento é forçada a fazer absolutamente nada. Ela fica curiosa em conhecer as sensações, em entrar naquele mundo que é completamente diferente do dela.

As pessoas precisam parar com esse pudor quando o assunto é sexo, e principalmente fetiche, e essa não aceitação das preferências do outro. Em nenhum momento é colocado que toda mulher gosta daquilo, que todo homem deve fazer daquela forma, a história não impõe nada disso. É apenas uma história de um homem que gosta daquele determinado estilo sexual e de uma mulher que aceita experimentar e é só isso. Não precisa desse mimimi todo, dessa polêmica chata.

O que me incomoda na história não tem relação com a parte sexual, eu realmente não julgo as preferências de ninguém, mas o que me incomoda é o jeito controlador do Christian que vai além do sexo. A necessidade que ele tem de controlar a Anastasia o tempo inteiro e isso diminui nos próximos livros, mas não acaba por completo. No primeiro livro ele me irrita muito, no segundo ele evolui um pouco com relação a isso. Então, ao contrário do que muitos homens acham, nós mulheres não achamos o Christian Grey o homem perfeito. Assim como não nos sentimos representadas pela Anastasia. Mas é uma história de amor, de sexo, de fetiche e tudo isso acaba mexendo sim com o nosso imaginário. (Assim como muitos homens ficaram loucos com a cena da Paola Oliveira em “Felizes para Sempre”. Então parem de criticar os nossos gostos  e encher nossa paciência com isso. Obrigada mais uma vez.)

Não é uma história sobre sexo simplesmente, é uma história sobre o relacionamento entre duas pessoas completamente diferentes e é bacana ver o desenrolar disso e as mudanças pelas quais ambos passam na tentativa de fazer com que dê certo.

Se você não gosta, é só não assistir o filme. Essa necessidade de criticar tudo o tempo todo faz mal pro coração ;)


E é isso. Estou bem ansiosa pelo segundo filme (sim, vai ter continuação) porque o segundo livro é muito melhor que o primeiro. Já o terceiro eu acho completamente dispensável.

Quem ainda não tiver assistido ao trailer do filme e quiser assistir é só dar o play aqui embaixo.

Beijos ♥

Compartilhe:   Twitter    Facebook    Google + 0    9 comentários



Deixe sua opinião











sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015.

OBRIGADA. Agora eu estou MUITO ansiosa para ir assistir! Apenas isso. Muito curiosa e sabendo que você gostou, é certo que eu vou amar!!! Também acho uma grande GRANDE bobagem todos esses mimimis em torno o filme. Que coisa mais chata! Violência e abuso é forçar MUITO a barra. E o que eu fico mais indignada é a hipocrisia desse povo… Até parece que novela das nove, BBB, carnaval só tem santos e santas né? Não aguento! Deixem o filme em paz! E, como você disse, quem não quiser, que não vá ver! Pronto! hahahahaha Quando eu assistir, te conto se gostei ;)


sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015.

E as falas dele? iguais ao livro!! É de querer dar gritinhos eufóricos em alguns momentos hahahaha (no post tenho que ser contida, nos comentários eu posso fazer a tiete né? hahaha)


sábado, 14 de fevereiro de 2015.

carambaaaa! to mto ansiosaaaa! Vou querer ver váriaaaas vzs hahahahha


segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015.

Acabei de ver o filme e já li os livros faz um tempinho. Falando do elenco, amei a escolha dos personagens principais mais o irmão e a irmã do Christian deixaram MUITO a desejar! Amei a forma fiel com que colocaram as cenas de forma que quem leu o livro viu seus pensamentos ali na tela do cinema; e principalmente adorei como o filme deixou muita gente que estava com recalque com a cara no chão kkkkkk


terça-feira, 17 de fevereiro de 2015.

Oi Laila!
Também não gostei da escolha dos irmãos do Christian. Eu imaginava o irmão dele bonito, estiloso e colocaram aquele ator estranho! E a Rita Ora e suas duas falas… tadinha! rs
Que bom que gostou do filme! Acho que agora estamos todas ansiosas pelo segundo, né? rs

Beijos!


quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015.

Eu, sinceramente, estou louca para ver <3
http://www.mundodafani.com/


sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015.

Assiste sim, Fani! Espero que goste <3

Beijos


segunda-feira, 9 de março de 2015.

E até agora eu preferia que fosse o Ian, aquele homem não precisa de nada pra ser quente e deixar uma mulher louca gente. Massss, esse é gato também. Estou terminando o primeiro livro, sinceramente? Prefiro o livro. Não pela história, pois foi bem fiel ao livro, mas pelos atores mesmo.
Beijinhos :*
http://www.vidadebloguette.com


terça-feira, 10 de março de 2015.

Termina logo o primeiro pra começar o segundo…. é muito melhor! rs é o meu preferido dos 3!

Beijos!